Vantagens do uso de umidificadores para épocas de clima seco

O uso conjunto de um sistema de ar condicionado com um umidificador, pode ampliar perceptivamente, a qualidade do ar de interiores, trazendo um conforto extra aos ocupantes dos ambientes climatizados.

Esta sensação de conforto e bem-estar é facilmente notada, em especial para regiões do país onde existe forte retração da umidade do ar em geral, como geralmente acontece em regiões do interior do Brasil, (Brasília é um exemplo). Quando se utiliza a climatização, auxiliada por um sistema de nebulização, o range de conforto é bastante ampliado, pois a umidade desempenha importante papel na saúde dos seres humanos.

A baixa umidade relativa do ar, é prejudicial às pessoas em geral, causando uma série de inconvenientes e desconforto, tais como irritações das vias respiratórias, boca seca, ressecamento da pele e das mucosas respiratórias, que são barreiras de defesa naturais do corpo humano, provocando alergias, irritações, tosses e até sangramento. Além da seca, a falta de ventos reduz a dispersão de poluentes nos grandes centros, aumentando muito principalmente a concentração de material particulado, oriundos da combustão dos veículos automotores.

Assim, uma vantagem extra do uso do ar condicionado nestas regiões, é permitir o equilíbrio da umidade relativa do ar para ambientes climatizados artificialmente. O equilíbrio da temperatura já garante parte do conforto, mas com a umidade relativa do ar sendo mantida dentro dos parâmetros exigidos pela Resolução RE-09 da ANVISA, podemos estimar que haverá uma melhora sensível na saúde das pessoas, elevando as condições dos ambientes. A recomendação neste caso, é prover um umidificador, desde que seguidas todas as recomendações de seu uso, tais como limpezas periódicas, cuidados com a água utilizada e correto dimensionamento do aparelho.

Em especial no clima de inverno em algumas regiões do país, percebemos que a qualidade do ar atmosférico é bastante afetada, uma vez que com a baixa umidade relativa, criam-se condições de propagação e difusão de poluentes tais como pós e microrganismos, sendo que alguns podem trazer ainda doenças respiratórias.

Para os ambientes climatizados, com uma filtragem adequada, e com o balanceamento da umidade relativa, estes poluentes em excesso são removidos e controlados, criando um ambiente mais favorável à saúde das pessoas.

A ANVISA RE-09 estabelece parâmetros de umidade relativa, numa faixa em torno de 50%. Já a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o nível de umidade mínimo para o conforto e saúde humana fique em torno dos 60%.

Para a cidade de São Paulo, não raras vezes, registramos índices de 20%. Em Brasília, muitas vezes notamos épocas com até 8% de Umidade Relativa, o que pode ser decretado como Estado de Emergência pelas Autoridades, tal sua gravidade.

Assim, com estes efeitos nocivos climáticos, onde temos pouca ou nenhuma influência de alterar, temos que nos precaver e buscar os ambientes climatizados artificialmente, como boa opção de preservação de nossa saúde.

Para os ambientes internos, existe uma excelente opção com a climatização dentro dos parâmetros recomendados. O ajuste de temperaturas amenas, e o auxílio do umidificador viabiliza este controle.

Para tanto, é fortemente recomendado que especialistas da área, possam avaliar as situações, levando em consideração tanto os aspectos geográficos, densidade populacional dos ambientes etc. e assim definir os processos que serão empregados, tais como uso de difusores de vapor, seleção de equipamentos e acessórios. Igualmente importante além do projeto adequado, é a sua correta instalação e manutenção, para a devida preservação dos sistemas operacionais dentro dos parâmetros estabelecidos, criando assim ambientes agradáveis e de mínimo consumo de energia.

A observação rigorosa das Leis e Normas que regulamentam estas atividades, tais como a Lei 13.589, Portaria 3.523, ANVISA RE-09, Normas ABNT NBR 16.401, 13.971 dentre outras, irá assegurar a boa qualidade do ar de interiores, bem como proteger o patrimônio do investidor, e criar os melhores níveis de conforto térmico e salubridade dos ambientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *